Revista Ortoclínica Volume III Número 2 Outubro 2014 - page 55

127
DESCRIÇÃO:
O alinhamento, nivelamento, intrusão e encerramento de diastemas foi efectuado com a seguinte
sequência de arcos: 0.16 e 17x25 de NiTi, 0.18 e 19x25 de SS sendo aplicada a estes uma curva
reversa.
Quando os diastemas ficaram encerrados, deu-se inicio à mecânica de classe II, foram aplicados
os “forsus”, durante 6 meses, sobre o arco 19x25 de aço com dobra a distal do ultimo molar
inferior, com o objetivo de reduzir ao máximo a tendência para incl inação para vestibular dos
incisivos inferiores.A intercuspidação foi efectuada com arcos entrançados 18x25.
Os aparelhos e dispositivos tipo “forsus” têm a maior eficácia no período imediatamente posterior
ao pico de crescimento ósseo; de uma forma geral entre os 12 e os 14 anos nas raparigas e entre
os 13 e os 15 anos nos rapazes, sendo esta uma situação em que o estudo da idade óssea pelo rx
do punho é uma boa ajuda.
CONCLUSÕES:
A analise cefalométrica e as sobreposições dos traçados são sugestivas de que o“forsus” travou
o crescimento do maxilar superior e orientou o crescimentomandíbular mais para vertical.
Foram atingidos os objetivos propostos tendo sido encerrado o caso em classe I molar e
canina, sem diastemas, com a sobremordida e a proalveolia corrigidas. A nível facial houve uma
significativa melhoria do perfil, o paciente apresenta agora um sorriso agradável. Manteve-se a
discreta assimetria facial.
1...,45,46,47,48,49,50,51,52,53,54 56,57,58,59,60,61,62,63,64,65,...86
Powered by FlippingBook