Clínica de São Lourenço

Centro Ortodôntico do Funchal

  • Cirurgia - Clinica são lourenço
  • Cirurgia - Clinica são lourenço
  • Cirurgia - Clinica são lourenço
  • Cirurgia - Clinica são lourenço

Trata-se de um procedimento cirúrgico que tem como objectivo o aumento de massa óssea na maxila na região dos molares e pré-molares.

Quando deve ser realizado?

Quando não existe osso suficiente no maxilar superior que permita a colocação de um implante. A falta de osso no maxilar superior ocorre porque existe reabsorção óssea após as extracções dentárias. A doença periodontal pode contribuir para uma maior perda óssea. Existem variações individuais no que diz respeito ao tamanho do seio maxilar sendo que este pode aumentar de tamanho com a idade.

Preparação

São necessários exames radiográficos e uma tomografia computorizada (TAC) para avaliar as dimensões  e a forma do seio maxilar e assim programar a cirurgia.

Como é feito?

Primeiro é realizada uma incisão na gengiva da região dos pré-molares, molares e o tecido é levantado expondo o osso.

Depois é aberta uma pequena janela oval no osso. Do outro lado da janela é visivel a membrana que cobre o seio. Essa membrana é então gentilmente puxada para cima e o espaço que antes estava ocupado pelo seio é preenchido com material de enxerto ósseo. A gengiva é colocada na posição correcta e feito uma sutura.

Para quê o Flúor e qual a quantidade que as crianças devem ingerir?

O Flúor é benéfico ainda antes dos dentes erupcionarem uma vez que fortalece o esmalte quando o dente está a formar-se. É preciso ter em conta se a água contém flúor uma vez que nesse caso os suplementos de flúor podem não ser necessários. Além disso o efeito tópico do flúor também é muito importante daí que seja aconselhado a escovagem com um dentífrico fluoretado.

Sinus Lift

Como é o Pós-operatório?

Após a cirurgia é normal ocorrer algum inchaço e alguma perda de sangue pela boca e nariz. É importante não fazer força no nariz e evitar espirrar pois pode deslocar o material que foi colocado no seio. É prescrita medicação para controlar a dor, a inflamação e prevenir a infecção.

Os implantes podem ser colocados de imediato ou passados alguns meses (media 8 meses) após a cirurgia, dependendo de cada caso.