Clínica de São Lourenço

Centro Ortodôntico do Funchal

  • Slide 1
  • Slide 2
  • Slide 6
  • Slide 8

As coroas ou pontes são reabilitações fixas que são cimentadas em dentes ou implantes e que não podem ser removidas a não ser pelo dentista.

Quais as situações em que estão indicadas?

Quando o dente a reabilitar apresenta-se muito destruído, fracturado, servir de pilar a uma ponte, apresentar alteração da cor ou da forma ou para reabilitar um implante dentário.

O que são pontes fixas?

São usadas para substituir um mais dentes perdidos. As pontes são cimentadas em dentes naturais ou implantes, sendo que estas porções da ponte designam-se por pilares. O dente a ser reabilitado corresponde ao pôntico.

Como é executada uma coroa/ponte?

Pode ser necessário realizar tratamento endodôntico dos dentes que vão ser preparados dependendo da situação, nem todos os dentes que precisam de uma coroa precisam de tratamento endodôntico.

Primeiro o dente/os dentes são reduzidos e preparados para que a coroa/ponte encaixe na perfeição. Nessa consulta é adaptada uma coroa/ponte provisória que tem uma função estética e funcional para protecção do dente e da gengiva.

Depois é realizado um molde do dente e escolhida a cor para a reabilitação. Depois com este molde o laboratório fabricará a coroa/ponte. Quando estiver pronta esta será cimentada no dente(s).

Qual a longevidade de uma coroa/ponte?

Pode durar vários anos e esta durabilidade está intimamente relacionada com os cuidados higiénicos do paciente.

Com o tempo a gengiva pode regredir e afastar-se da margem da coroa ficando á mostra a terminação da coroa que normalmente tem uma cor escura devido ao metal. A coroa antiga pode ser removida e feita uma nova mais adaptada à gengiva e logo mais estética.

Antes
Ponte Fixa Antes
Depois
Ponta Fixa Depois
Antes
Coroa e Ponte Antes
Depois
Coroa e Ponte Depois
Antes
Coroa Unitária II Antes
Depois
Coroa Unitária II Depois
Antes
Coroa Unitária Antes
Depois
Coroa Unitária Depois